restaurar

Mulher Vaqueira

Limão Com Mel

Eu nasci lá na fazenda Me criei dentro meio do mato Sentindo o cheiro do gado Cresci junto aos vaqueiros Hoje estou acostumada Minha vida é vaquejada Solte o boi que eu vou mostrar Que é que eu sou vaqueira Que pega o boi na carreira E marca a pontuação Os braços que acariciam é o que bota o boi no chão... Não tem diferença não Pra ser bom de vaquejada Só precisa em Deus ter fé E amar a vida de gado Pra poder botar pegado Tanto faz homem ou mulher... (BIS) Em festa de vaquejada A mulher sou a primeira Tanto boto o boi no chão Como também bato esteira Eu grito para o vaqueiro Arrocha o nó parêa Faz o boi brabo sentir O cheiro puro da areia Mas pega o boi na carreira E marca a pontuação Fecha a senha e vem correndo abrir o meu coração... Não tem diferença não Pra ser bom de vaquejada Só precisa em Deus ter fé E amar a vida de gado Pra poder botar pegado Tanto faz homem ou mulher... (BIS)

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

 

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.