restaurar

Letra - a Praça

Marchinhas de Carnaval

Compositor:Carlos Imperial

Hoje eu acordei com saudades de você, Beijei aquela foto que você me ofertou, Sentei naquele banco da pracinha só porque Foi lá que começou o nosso amor. Senti que os passarinhos todos me reconheceram Pois eles entenderam toda a minha solidão Ficaram tão tristonhos e até emudeceram Aí, então, eu fiz esta canção A mesma praça, o mesmo banco, / As mesmas flores, o mesmo jardim. Tudo é igual mas estou triste, / Porque não tenho você perto de mim. Beijei aquela árvore tão linda, onde eu Com meu canivete, um coração eu desenhei Escrevi no coração o meu nome junto ao seu E meu grande amor então jurei. O guarda ainda é o mesmo que um dia me pegou Roubando uma rosa amarela pra você Ainda tem balanço, tem gangorra, meu amor Crianças que não param de correr. Aquele bom velhinho pipoqueiro foi quem viu Quando, envergonhado, de amor eu lhe falei Ainda é o mesmo sorveteiro que assistiu Ao primeiro beijo que lhe dei. E a gente vai crescendo, vai crescendo e o tempo passa E nunca esquece a felicidade que encontrou. Sempre eu vou lembrar do nosso banco lá na praça Foi lá que começou no nosso amor !

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.