×
Corrigir

Vai, Mas Vai Mesmo - Amendoim Torradinho

Marília Pêra

Vai
Vai mesmo
Eu não quero você mais
Nunca mais
Tenha santa paciência
Põe a mão na consciência
Deixe-me viver em paz
Vai
Vai mesmo
Eu não quero você mais
Nunca mais
Tenha santa paciência
Põe a mão na consciência
Deixe-me viver em paz
Sai de vez do meu caminho
Dê a outro seu carinho
Me abandone por favor
Ai, que dor, você machucou meu peito
Não tem mais o direito
De mandar do meu amor
Vai ou não vai
Vai
Vai mesmo
Eu não quero você mais
Nunca mais
Tenha santa paciência
Põe a mão na consciência
Deixe-me viver em paz
Vai ou não vai?
Vai
Vai mesmo
Eu não quero você mais
Nunca mais
Tenha santa paciência
Põe a mão na consciência
Deixe-me viver em paz
Sai de vez do meu caminho
Dê a outro seu carinho
Me abandone por favor
Ai, que dor, você machucou meu peito
Não tem mais o direito
De mandar do meu amor

- x -

Meu bem este teu corpo parece
Do jeito que ele me aquece
Um amendoim torradinho
E agente nestes teus braços esquece
Um ponterinho que desce
Só pra impedir teu carinho
Sinto uma vontade louca de gritar pela rua
Que eu já colei minha boca na boca que é tua
E de gritar ao teu ouvido, lá dentro, bem fundo
Que não há neste mundo amor mais profundo
Que o amor bem vagabundo que vem lá do meu bem

Meu bem, meu bem
Meu bem este teu corpo parece
Do jeito que ele me aquece
Um amendoim torradinho






Mais tocadas

Ouvir Marília Pêra Ouvir