×
Corrigir

Bailarina

Marisa Serrano

Baila em seda, leve de pontilhas
Pegue ao alto teu luar que não é breve
Solte a chama deste sonho que te segue (não negue!)
Jamais caia do teu salto em rodilhas

Gire o mundo, doce bailarina
Brilhe sempre que a ti te der vontade
Não desperdice o fim de tarde vespertina...
Só vá dormir, quando é do dia a claridade

Doce e meiga com sorriso de criança
Abre as asas de tua doce liberdade
Nunca percas teu anel de esperança (dança)
E nunca cedas teu brilho a vaidade

Contando os espaços, vai guiando teus olhos
O ponto de luz se reverte num pássaro
Conquista o mundo em leve passo lento...
Rodopia feito água no rebento






Mais tocadas

Ouvir Marisa Serrano Ouvir