×
Corrigir

O Vento Certo

O Rodo

O vento tá bom aqui, eu solto pipa depois da ladeira;
não tenho "prá" onde ir, "tô" de bobeira, só penso besteira;
mais a lamina que passa por aqui, corta como uma navalha;
se correr você esta perdido, se você ficar está fudido;
Rio de Janeiro, capital do desemprego, terra de zona e puteiro me amarro em morar lá;
sem essa de mancada, sem essa de câo, eu sou 3° mudo se deixar ser o primeiro eu sou;

O vento tá bom aqui, eu solto pipa depois da ladeira;
não tenho "prá" onde ir, "tô" de bobeira, só penso besteira;
mais a lamina que passa por aqui, corta como uma navalha;
se correr você esta perdido, se você ficar está fudido;
Rio de Janeiro, capital do desemprego, terra de zona e puteiro, eu sou mais um para estar lá;
Penso nessa vida dia-noite e noite-dia, sempre caio em nostalgia falta um "trampô" prá "trampar", mais estou na cosciência que me falta experiência, que um dia após o outro tudo pode melhor;
é só botar a fé bem á frente dos pés, sei que um dia "my brother", minha vida irá muda, minha vida irá mudar na irá.

O vento tá bom aqui, eu solto pipa depois da ladeira;
não tenho "prá" onde ir, "tô" de bobeira, só penso besteira;

hummm...
não não não nãoooo

não não não nãoooo
oh oh oh ohohohhhh







Mais tocadas

Ouvir O Rodo Ouvir