×

Biografia de Ramones

Vindos ao mundo no começo dos anos 50, Johnny Ramone (John Cummings), Dee Dee Ramone (Douglas Colvin) e Joey Ramone (Jeffrey Hyman) são da geração de músicos que nasceu na mesma época que o rock’n’roll. Assim, quando chegaram à adolescência e se sentiam prontos para mergulhar no show business, todas as suas referências musicais tinham a ver com rock. Donos de uma saudável falta de direção e de estratégia, Johnny, Joey e Dee Dee optaram por fazer uma desprentendiosa releitura do rock básico dos anos 50 e 60 e, talvez sem querer, criaram um estilo e som próprios, que se tornariam extremamente influentes no rock do final dos anos 70. A banda, como trio, fez sua estréia em 30 de março de 1974. Duas semanas depois, Tommy Ramone (Thomas Edderly), empresário da banda, começou a tocar bateria, enquanto Joey, antes o baterista, passou para os vocais. Esta é a formação (Johnny, Joey, Dee Dee e Tommy) que fez a glória dos [u]Ramones[u] - o som rápido, as letras assumidamente “burras”, o repertório fugaz que parecia inventado na hora da gravação. Ao vivo, a imagem que combinava jaquetas de couro e jeans rasgados tinha a força de uma bom cartoon animado, incluindo o humor involuntário. O impacto dos ramones na cena punk inglesa, no seu nascedouro, foi devastador. Seu primeiro show em Londres, realizado em meados de 1976, praticamente definiu os novos rumos do rock inglês, que desaguaram na “geração 1977”: Clash, Buzzcocks, Sex Pistols, Generation X, Dammed etc. Por extensão, considerando que o punk inglês virou de cabeça para baixo o rock produzido em todo mundo, a influência direta e indireta dos Ramones foi afetar, seguramente, milhares e milhares de bandas. Sem erguer bandeiras os Ramones continuaram dando aulas de diversão com seus discos e shows. Em 1978, Tommy Ramone saiu, entrando em seu lugar Marky Ramone (Marc Bell), baterista com vasta experiência na área heavy metal. Com a passagem do tempo, o grupo foi ficando com uma imagem cada vez mais anacrônica, enquanto seus discos iam sendo produzidos por “acadêmicos”, como Phil Spector (End Of The Century, 1980) e Graham Gouldman, (1981). Oficialmente, o grupo resistiu até agosto de 1996, quando se despediu com um show em Los Angeles, cuja gravação foi editada em CD no ano seguinte (We’re Outta Here). A força motriz dos Ramones veio a morrer recentemente: o primeiro Joey, de câncer linfático, em 2001; depois Dee Dee, por overdose de drogas, em 2002; por último, Johnny, devido a um câncer de próstata, em setembro de 2004.