×

Curiosidades sobre The Doors

Enviar curiosidade >
  • O single mais vendido dos Doors foi Light My Fire. A música foi número 1 por três semanas e ficou entre as 40 mais vendidas durante 14 semanas.
  • O The Doors nasceu a partir da guitarra estilo flamenco e blues de Robbie Kreiger, com a influência jazz e beatnik de John Densmore e clássica de Ray Manzarek, até chegar à visão blues, anarquista e artística de Jim Morrison. Com a magia da licença poética e a experiência musical, o Doors lentamente conquistou o universo dos Clubs de LA, aterrissando no famoso Whiskey-A-Go-Go.
  • Jim Morrison quando cursava a faculdade de cinema da UCLA resolveu fazer um duo musical com Dennis Jakob, que mais tarde trabalharia com Francis Ford Coppola (que por sua vez era colega de turma de Morrison), chamado "The Doors: Open and Closed (As Portas: Abertas e Fechadas)", inspirado em versos de William Blake. A citação em questão segue assim: "If the doors of perception were cleansed, everything would appear to man as it truly is, infinite.", "There are things that are know and things that are unknow; in between are doors." ("Se as portas da percepção forem limpas, as coisas irão surgir como realmente são, infinitas", "Entre as coisas conhecidas e as coisas desconhecidas existem as portas"). Uma possível fonte pode ser também o livro "As Portas da Percepção ou O Céu e o Inferno", de autoria de Adoulx Huxley (autor do famoso "Admirável Mundo Novo"), onde ele relata suas experiências com a mescalina (tal substância, semelhante ao peiote e ao LSD, produz um efeito alucinógeno tão forte que as reações da pessoa oscilam rapidamente entre paz ou terror espiritual, daí o sub-título "Céu e Inferno). Este livro era muito lido e comentado nos anos 60 e certamente influenciou Morrisson na escolha do nome: The Doors. Mais tarde quando Jim conheceu Ray Manzarek sugeriu o nome The Doors (As Portas).
  • Na música L.A. Woman existem os seguintes versos intrigantes: Mr. Mojo Risin', Mr. Mojo Risin'Mr. Mojo Risin', Mr. Mojo Risin'Got to keep on risin'Mr. Mojo Risin', Mr. Mojo Risin'. Curiosamente "Mr. Mojo Risin" é um anagrama perfeito para "Jim Morrison" (basta rearranjar as letras). "Mojo" é também uma gíria para "proeza sexual".
  • O excesso de drogas, álcool e sexo difamou a banda perante a sociedade e o mundo da música. A combinação do background e das influências de cada membro permitiu que a banda explorasse diferentes estilos, sem perder o foco ou a base musical. O The Doors foi uma banda psicodélica, blues, rock, pop e experimental com traços do clássico e do jazz. Enquanto a banda tentava criar possibilidades musicalmente interessantes, eram a beleza lírica, a imaginação, a indisciplina e as produções de Jim Morrison que davam vida à música, ao mito e ao misticismo da banda. Jim Morrison foi um poeta e um artista. Como vocalista do The Doors, ele era capaz de abrir seu coração e sua mente ao mundo.
  • Em março de 1969, no Dinner Key Audtorium em Miami, Flórida, Jim Morrison se apresentou completamente bêbado, mal conseguindo lembrar as suas letras e interrompendo as músicas pelo meio. Morrison havia perdido o vôo para Los Angeles e ficara bebendo durante todo o dia a espera de um novo vôo. Frente à platéia de 30.000 pessoas, em um estádio planejado para não mais que 7.000 pessoas, ao fim do show Morrison perguntou a platéia se queriam ver o seu pênis e se expôs por um momento, continuando o show logo a seguir.
  • Os Doors nunca tiveram um baixista fixo, geralmente sendo Ray Manzarek responsável por fazer as linhas de baixo em um orgão ou piano previamente preparados.
  • O cadáver de Morrison foi enterrado no cemitério de Pere-Lachaise em Paris, França. Trata-se de um dos mais antigos e famosos cemitérios da Europa. O compositor clássico Chopin e o escritor Oscar Wild também estão enterrados lá.
  • No final da música "Touch Me", ao fundo, pode ser ouvida não muito claramente a frase "Stronger than dirt" que era o slogan do desinfetante Ajax durante a década de 60.
  • Outros projetos: em 1997 saiu uma caixa com músicas ao vivo, raridades e música inéditas. Em 2000, saiu o ótimo tributo "Stoned Imaculated", com a participação de Days Of The New, Stone Temple Pilots e Aerosmith, entre outros. A magia permanece eterna.
  • Jim Morrison, líder e vocalista da banda The Doors dizia ter sido possuído por espíritos quando assistiu a um acidente automobilistico que matou diversos índios. Segundo ele um ou dois espíritos de shamans (feiticeiros índios) o possuiram desde então, guiando seu estilo de vida e sua maneira de compor. Em 1970 Morrison se casou com uma feiticeira em um ritual pagão que envolveu invocações e beber sangue.
  • Hoje em dia Ray mantém uma parceria com o poeta Michael McClure, sendo o pianista responsável pelo fundo musical para as poesias de McClure. Lançaram um CD chamado Love Lion. John excursiona com o escritor Michael Ventura. Fazem poesia e encenações de trechos dos livros do escritor. Robby tem sua própria banda chamada Robby Kreiger Organization, que está em vias de conseguir um contrato e gravar seu primeiro CD.
  • Robby Kreiger não costumava trocar frequentemente as cordas de sua guitarra, achando que a sonoridade das cordas velhas era superior à sonoridade de cordas novas.
  • Morrison começou a se revoltar e a ficar indignado com a idolatria do público e a megalomania dos shows. Em dezembro de 68, desiludido com a platéia que pedia "Light My Fire", Jim foi até o microfone e, quando todos se silenciaram, recitou "Celebration Of Lizard", agradeceu e se retirou. Apanhado se surpresa, o público deixou que ele se fosse, sem vaiar ou aplaudir.
  • Jim bebia em doses cavalares desde os primeiros ensaios dos Doors e dizia que o álcool era um "hábito integrado à cultura americana".
  • Em março de 71, enquanto "LA Woman" havia sido lançado e recebia ótimas críticas, Jim se muda para Paris com sua namorada de longa data, Pamela, para se dedicar ao cinema. Em 3 de julho, o cantor é encontrado morto pela namorada na banheira de um hotel de Paris, vítima de um ataque cardíaco fulminante. A morte não foi divulgada imediatamente, e sim só no dia 9 de julho, para evitar uma cerimônia circense no sepultamento, como havia ocorrido com Janis Joplin e Jimi Hendrix.
  • O The Doors nasceu a partir da guitarra estilo flamenco e blues de Robbie Kreiger, com a influência jazz e beatnik de John Densmore e clássica de Ray Manzarek, até chegar à visão blues, anarquista e artística de Jim Morrison.
  • O nome (Portas) foi uma idéia de Jim e foi inspirado em uma citação de William Blake, "Se as portas da percepção forem abertas as coisas irão surgir como realmente são, infinitas". Jim costumava ainda dizer que "Entre as coisas conhecidas e as coisas desconhecidas existem as portas".
  • Músicos e influências começaram a combinar e produzir novos sons e estilos híbridos. Durante este período de integração e idealismo, formou-se uma banda que amalgamou e encarnou a nova era: o The Doors
  • O último show da banda ocorre em 12 de dezembro de 70, em New Orleans. Jim anuncia sua saída do mundo da música.
  • Com a magia da licença poética e a experiência musical, o Doors lentamente conquistou o universo dos Clubs de LA, aterrissando no famoso Whiskey-A-Go-Go. Foi no Whiskey que Jim Morrison transformou-se de cantor/poeta tímido e sério, a uma besta mística que conduziu uma leva de jovens ao delírio.
  • O álbum "An American Prayer" trata-se de poesias de Jim Morrison, recitadas por ele próprio e tendo ao fundo o som da banda. O álbum teve uma tiragem limitada em seu primeiro lançamento. A trilha musical foi acrescentada após a morte de Jim.
  • No final do ano de 69, Jim foi preso por bebedeira e desordem, provocando um tumulto em um vôo para Phoenix, onde pretendia assisir um show dos Rolling Stones
  • Foi no Whiskey que Jim Morrison transformou-se de cantor/poeta tímido e sério, a uma besta mística que conduziu uma leva de jovens ao delírio. Seguindo a linha das bandas The Byrds e Van Morrison's Them, o Doors desenvolveu a capacidade de levar sua música ao extremo e incendiar multidões. Ensaiando e tocando sons e letras, o The Doors ultrapassou os limites de sua música, seu desempenho e sua própria capacidade física
  • Desde pequeno, Jim gostava de ler livros como os dos autores Kafka e Friedrich Nietzsche.
  • Embora seja excepcional o filme de Oliver Stone não se trata de uma biografia do The Doors,destaca apenas a parte mórbida e polêmica da vida de Morrison e sua banda. Não foi explorada a carreira poética e intelectual de Morrison, mostrando o filme apenas um superastro violento, alcóolatra e drogado. Ray Manzarek confirmou que muitas das cenas do filme jamais aconteceram, como o jantar com o peru, o fogo no armário e a canção Light My Fire sendo usada em um comercial.
  • Na época de 70,Jim começou a afirmar que ia sair do mundo da música, para se dedicar inteiramente à literatura e cinema, suas grandes paixões. Bebia ainda mais. Deixou a barba crescer e a barriga se tornar saliente, associando-se aos poetas beat da época. Não gostava da fama de Sex-Symbol. Os Doors, no entanto, decidem gravar um último álbum. Um álbum de blues.
  • Em 1968, sai o terceiro disco, o bom "Waiting For The Sun". Junto com o disco saiu o single "The Unknown Soldier". A banda faz um filme promocional para o single, onde Morrison é fuzilado e deixado morto coberto de sangue. A Elektra, assustada com o vídeo, veta o lançamento. "Hello I Love You" foi o segundo single de "Waiting For The Sun". Era uma música linda e extremamente pop, mostrando um novo caminho para a banda. Outro destaque foi mais uma poesia épica, "Celebration Of Lizard".
  • "LA Woman", lançado em 71, não era somente de blues, mas uma continuação ainda melhor do excelente "Morrison Hotel". Continha mais alguns clássicos, como a faixa-título e a linda "Riders On The Storm".
  • Em 1991, foi lançado o filme "The Doors", com direção de Oliver Stone, com Val Kilmer vivendo o lendário vocalista. O filme, muito bom por sinal, mostrou os Doors às novas gerações, aumentando ainda mais o culto. Outros concorrentes para o papel principal foram o falecido Michael Hutchence, na época a frente do INXS, e Bono, do U2.
  • "Light My Fire" foi o segundo single e estourou, permanecendo durante 17 semanas na parada. O primeiro disco é um clássico, umas das 10 estréias mais importantes da história do rock'n'roll
  • O álbum An American Prayer trata-se de poesias de Jim Morrison, recitadas por ele próprio e tendo ao fundo o som da banda. O álbum teve uma tiragem limitada e não foi lançado em CD. A trilha musical foi acrescentada após a morte de Jim.
  • Sobre a lápide de Jim Morrison está escrito "Kawa Ton Aaimona Eaytoy". A inscrição em grego significa "queime seu demônio interior".
  • O cadáver de Morrison foi enterrado no cemitério de Pere-Lachaise em Paris, França. Trata-se de um dos mais antigos e famosos cemitérios da Europa.

Mais tocadas

Ouvir The Doors Ouvir

Biografia

Ver completa >
O [u]The Doors[u] foi formado em 1965, em Los Angeles. Jim Morrison e Ray Manzarek faziam projetos juntos na escola de cinema, quando começaram a se interessar pela música. Depois de tocar com Rick & The Ravens, eles conheceram Robbie...

Discografia

Ver mais >

Artistas relacionados

Ver mais >

Últimas notícias

Ver mais >