restaurar

Letra - Caboclo

Tonico e Tinoco

Nunca se ria seu moço De vê um caboclo calado Por que tudo neste mundo Tem sentimento guardado Não transforme em alegria O sofrer desse coitado E seu patricio seu moço É um brasileiro apurado. Aquilo que vancê veste E tudo que vancê cóme Vem das mãos desse caboclo Vem do suor desse hóme Que trais a sua coieta Que na cidade consóme Muitas veis prá le servi Lá no sertão passa fóme. Quando chega de tardinha Vórta prô rancho cançado O sór lá trais do morro Vai desceno avermeiado Logo o brilho das estrela Espaia prô seu roçado Este caboclo seu moço É o brasileiro apurado. Não faça poco seu moço Do roceiro már trajado É ele mesmo na inxada Que vira o chão ressecado Aperte a sua mão grossa Óie seu rosto queimado É seu patricio seu moço O caboclo do roçado.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.