×

Biografia de Trio Parada Dura

Em 1984 os integrantes sofreram um acidente aéreo e Barrerito ficou paraplégico, e ele se sentia discriminado pelos companheiros após a paralisia, mesmo tendo gravado alguns LPs com o Trio após o acidente. Barrerito partiu para a carreira solo lançando o primeiro LP em 1987, emplacando em todo o país com a música "Onde Estão os Meus Passos". Outros sucessos vieram como "Juventude que Perdi", "Sentidos", "Amaremos", "Disque o 9″, "Morto por Dentro". No lugar de Barrerito, entrou Parrerito, seu irmão legítimo, formando assim a terceira geração do Trio Parada Dura. "Nos braços do povo", "De ontem pra hoje", "Palavra de honra", "Gigante iluminado" foram os LP's lançados com essa 3ª formação que se desfez em 1992. O Trio Parada Dura teve ainda uma 4ª formação feita em 1997 por Parrerito, Mangabinha e Leone, não alcançando mais o sucesso das formações anteriores. Em 1998 Barrerito se junta a Creone e Voninho e formam o Trio Alto Astral, que teve uma carreira curtíssima, alguns meses depois, morre Barrerito, de infarto. O Trio Parada Dura retornou em 1999 com sua terceira formação (Creone, Parrerito e Mangabinha), gravando ainda "Tapete Colorido"(1999), "Brilhante"(2001), e "Pra Furar o Couro"(2006), o Trio se desfez em 2006, e agora são só Creone & Parrerito respectivamente segunda e primeira vozes, intitulado de "Os Parada Dura". O Trio Parada Dura retornou novamente em novembro de 2007, com sua quarta formação (Leone, Leonito e Mangabinha) e está programando para lançar seu novo álbum. Em 2008 lançou o CD AS 20+ e em 2009 lançou o CD TAÇA DE OURO com 15 obras de autoria do compositor Desembargador José Amancio em parceria com outros compositores (Lauri, Edna Teixeira, Leonito, Wanderley e o próprio Mangabinha).