restaurar

De repente eu me vi carregando uma carga que não era minha Vi raposas e raposinhas sem dó devastando as minhas vinhas E eu tolerando por não saber como agir, perdi a paz Até que entrei no santuário de Deus e entendi Que raposas não aram, não plantam, não colhem Só devastam a vinha da gente Se eu não reagisse, poderia perder até minha semente Chegou o meu tempo de celebração E ninguém vai atrapalhar esse momento Querem me ver chorando E até carregando suas cargas Pra eu não viver meu momento Quebrei esse julgo na unção de Deus Eu venci o mundo usando minha fé Aquele estilo insignificante ficou para tras O servo de Deus revestido de unção Discerne pessoas e situações O Espírito Santo, habita e conduz o seu coração. ( 2x no final) Que raposas não aram, não plantam, não colhem Só devastam a vinha da gente Se eu não reagisse, poderia perder até minha semente.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.