restaurar

João Valentão

Vanja Orico

João Valentão é brigão
Pra dar bofetão
Não presta atenção
E nem pensa na vida
A todos João intimida
Faz coisas que até Deus duvida
Mas tem seu momento na vida...

É quando o sol vai quebrando
Lá pro fim do mundo
Pra noite chegar
É quando se ouve mais forte
O ronco das águas na beira do mar,

É quando o cansaço da lida da vida
Obriga João se sentar
É quando a morena se encosta
E chega pro lado querendo agradar.

Se a noite é de lua
A vontade é contar mentira
É se espreguiçar
Deitar na areia da praia,
Que acaba onde a vista
Não pode alcançar.

E assim adormece este homem
Que nunca precisa dormir pra sonhar
Porque não há sonho mais lindo
Do que sua terra não há!!

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.