Manera Sebastião

Gaucho da Fronteira

Gaúcho da Fronteira e Sidnei Santos Vaneira Nesses bailes de campanha num fundão de corredor Encontrei um índio velho calaveira e dançador Metido a facão sem cabo, do mulherio um terror Sem uma arrulea no bolso mas com pose de doutor Só ouviu aquele alarido Mulher falou para o marido o Sebastião é um pavor. Manera Sebastião, bastião vai manerando Que as moças estão se queixando que você está se passando. Sebastião, um homem velho continua sem respeito Acinturou uma coroa que fez estufar o peito A mão subia e descia das cadeiras até as costas E perguntava sorrindo é assim que a titia gosta? Ui, ui, ui, ai, Sebastião O efeito da tua mão tá me deixando disposta. Igual que lingüiça seca a moça vem se requebrando E o Bastião que não é louco já pegou e seguiu botando Toca, toca e dele-dele; mete a perna, aperta e encosta A mão boba sobe e desce fazendo pressão nas costas Ui, ui, ui, ai, Sebastião O calorzinho da mão tá me deixando disposta.

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

  • T-Bag T-Bag 2/21/2011 3:34:27 AM Gaúcho da Fronteira sempre foi um dos melhores Cantores de vanera que eu conheço, Esta Música é uma das melhores considerada por mim, é isso aí!!! ✏ responder