Império Serrano - Samba Enredo 1971

Samba-Enredo

NORDESTE, SEU POVO, SEU CANTO, SUA GLÓRIA Nordeste, o canto de tua gente No Império está presente Para se comunicar No fandango irradias alegria, Lendas, rezas, fantasias Tudo isso faz lembrar Dona Santa desfilou desde menina O pierrô e a colombina São eternos foliões Pastorinhas, cirandeiras na cidade Sai o bloco da saudade Entram em cena os cordões Eia, eia, eia, boiada Eia, eia, o vaqueiro canta assim Plantador colhe e semeia Suplicando p'ra chover Arrastão feliz na areia As rendeiras a tecer Olê olá olê olê Quando a lua se alteia Cantador canta vitória Viola afinada ponteia O canto de um povo em glória (No nordeste)

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres