restaurar

Império Serrano - Samba Enredo 1971

Samba-Enredo

NORDESTE, SEU POVO, SEU CANTO, SUA GLÓRIA Nordeste, o canto de tua gente No Império está presente Para se comunicar No fandango irradias alegria, Lendas, rezas, fantasias Tudo isso faz lembrar Dona Santa desfilou desde menina O pierrô e a colombina São eternos foliões Pastorinhas, cirandeiras na cidade Sai o bloco da saudade Entram em cena os cordões Eia, eia, eia, boiada Eia, eia, o vaqueiro canta assim Plantador colhe e semeia Suplicando p'ra chover Arrastão feliz na areia As rendeiras a tecer Olê olá olê olê Quando a lua se alteia Cantador canta vitória Viola afinada ponteia O canto de um povo em glória (No nordeste)

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.