Branca

Zequinha de Abreu

há tempos a vi eu a conheci ela era linda um primor de amor misto de estrela e de flor mas também sofreu eu sei vou contar pois vi naqueles olhos cansados de chorar de tarde ao chegar os trens um a um ela viu desembarcar um estranho tentador vi Branca a sismar num sonho de amor ficou logo apaixonada no mancebo tentador mas esta flor não sentiu florir o amor não sentiu florir porque ela teve que partir viu embarcar como um dia possa amar mas nunca mais sentiu seu puro amor no jovem tentador

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

  • Elizabeth Elizabeth 2/7/2010 12:57:45 PM "Branca" seria inspirada por uma musa verdadeira, a jovem Branca Barreto, filha do chefe da estação ferroviária de Santa Rita do Passa Quatro, terra do compositor Zequinha de Abreu. A valsa foi composta de improviso, na presença de um grupo que conversava à porta do Grêmio Literário Recreativo. Como na ocasião a moça passasse pelo local, o autor (que era seu admirador) resolveu homenageá-la na composição. ✏ responder