restaurar

Letra - Branca

Zequinha de Abreu

há tempos a vi eu a conheci ela era linda um primor de amor misto de estrela e de flor mas também sofreu eu sei vou contar pois vi naqueles olhos cansados de chorar de tarde ao chegar os trens um a um ela viu desembarcar um estranho tentador vi Branca a sismar num sonho de amor ficou logo apaixonada no mancebo tentador mas esta flor não sentiu florir o amor não sentiu florir porque ela teve que partir viu embarcar como um dia possa amar mas nunca mais sentiu seu puro amor no jovem tentador

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

  • Elizabeth Elizabeth 2/7/2010 12:57:45 PM "Branca" seria inspirada por uma musa verdadeira, a jovem Branca Barreto, filha do chefe da estação ferroviária de Santa Rita do Passa Quatro, terra do compositor Zequinha de Abreu. A valsa foi composta de improviso, na presença de um grupo que conversava à porta do Grêmio Literário Recreativo. Como na ocasião a moça passasse pelo local, o autor (que era seu admirador) resolveu homenageá-la na composição. ✏ responder
 

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.