restaurar

Letra - Seresteiro Das Noites

Amado Batista

Álbum: Seresteiro Das Noites

Existem momentos na vida Que lembramos até morrer Passados tão tristes no amor Que ninguém consegue esquecer Carrego uma triste lembrança De um bem que jurou me amar Está presa em meu pensamento E o tempo não vai apagar Fui seresteiro das noites Cantei vendo o alvorecer Molhado com os pingos da chuva Com flores pra lhe oferecer Fui seresteiro das noites Cantei vendo o alvorecer Molhado com os pingos da chuva Com flores pra lhe oferecer Enquanto eu cantava o amor Em mim uma paixão nascia Entre a penumbra um rosto Na janela pra mim sorria Um beijo uniu nossas vidas Mas sepultou sonhos meus meses depois uma carta E nela a palavra adeus Fui seresteiro das noites Cantei vendo o alvorecer Molhado com os pingos da chuva Com flores pra lhe oferecer Fui seresteiro das noites Cantei vendo o alvorecer Molhado com os pingos da chuva Com flores pra lhe oferecer Meus cabelos estão grisalhos Do sereno das madrugadas Meu violão velho num canto Já não faço mais serenatas Abraço o calor do sol Choro quando vejo a lua Parceira das canções lindas Que cantei na sua rua Fui seresteiro das noites... Jailton Antônio de Oliveira jailtonantonio@ig.com.br

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.