restaurar

Fado Dos Fados

Amalia Rodrigues

Álbum: Fado Dos Fados

Amália Rodrigues - Fado Dos Fados Naquele amor derradeiro Madito e abençoado Pago a sangue e a dinheiro Já não é amor, é fado Quando o ciúme é tão forte Que ao próprio bem desejado Só tem ódio ou dá à morte Já não é ciúme, é fado Canto da nossa tristeza Choro da nossa alegria Praga que é quase uma reza Loucura que é poesia Um sentimento que passa A ser eterno cuidado Em razão duma desgraça E assim tem de ser, é fado Um remorso de quem sente Que se voltasse ao passado Ficaria novamente Já não é remorso, é fado E esta saudade de agora Não de algo bem acabado Mas as saudades de outrora Já não é saudade, é fado

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.