restaurar

Fado Eugenia Camara

Amalia Rodrigues

Amália Rodrigues - Fado Eugênia Câmara Amar é ter alegria Nem o mundo existiria, Não existindo esse bem. Quem não amar, não é nada, Como é bom ser adorada, Como é bom gostar de alguém! Mas se o amor, feito mágoa, Se desfaz em gota dágua, Pouco a pouco fica o mar! E depois, o mar desfeito, Batendo de encontro ao peito Põe a alma a soluçar! A vida é toda desejos, Marcam-se os dias com beijos, Quem não amou, não viveu! Só quem perde um grande amor É que sabe dar valor A todo bem que perdeu! Mas se houver uma traição Mata o próprio coração, O amor que viu nascer Nessa dor que nos tortura Antes morrer de amargura, Que amargurada viver!

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.