×

Corrigir

Alma Inquieta

Biá & Dino Franco

De nascer artista foi minha riqueza
Cantei as belezas deste meu país
Meu nome espalhou-se no brasil inteiro
E ganhei dinheiro nas coisas que fiz
Porem o meu mundo ficou destruído
Por haver perdido quem eu tanto quis
Se meu pobre verso não fizer sucesso
Isso não importa somente eu te peço
Quero teu regresso para ser feliz.

Eu cantei os campos rios e cascatas
Comtemplei as matas em seu esplendor
Conversei com a lua no céu prateada
Pelas madrugadas eu fui um trovador
Em nada no mundo encontrei beleza
Nem a natureza já não tem mais cor
Venha consolar meu viver de poeta
Minha alma triste vive tão inquieta
Que não se completa sem o teu amor.

Minha pobre vida prevê há de ter fim
No mundo pra mim não há mais lugar
Se ouvires meu veros por favor responde
A onde te escondes que eu vou procurar.
No ceu ou na terra, nas nuvens no espaço
Qualquer coisa eu faço pra te encontrar
Nosso amor é grande maior que o universo
Volte os meus braços meu amor te peço
É o ultimo verso que irei cantar.


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Biá & Dino Franco Ouvir