restaurar

Letra - Pecado Original

Caetano Veloso

Compositor:Caetano Veloso

Todo dia, toda noite Toda hora, toda madrugada Momento e manhã Todo mundo, todos os segundos do minuto Vivem a eternidade da maçã Tempo da serpente nossa irmã Sonho de ter uma vida sã Quando a gente volta O rosto para o céu E diz olhos nos olhos da imensidão: Eu não sou cachorro não! A gente não sabe o lugar certo De colocar o desejo Todo beijo, todo medo Todo corpo em movimento Está cheio de inferno e céu Todo santo, todo canto Todo pranto, todo manto Está cheio de inferno e céu O que fazer com o que DEUS nos deu? O que foi que nos aconteceu? Quando a gente volta O rosto para o céu E diz olhos nos olhos da imensidão: Eu não sou cachorro não! A gente não sabe o lugar certo De colocar o desejo Todo homem, todo lobisomem Sabe a imensidão da fome Que tem de viver Todo homem sabe que essa fome É mesmo grande Até maior que o medo de morrer Mas a gente nunca sabe mesmo Que que quer uma mulher

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.