×

Corrigir

Saudade

Gon

Vem, essa tal saudade
Que bate, aperta, abraça, te invade sem permissão
Vem, e vem de verdade
Por mais que você tente é impossível de pensar com a razão

E o peito é a parede que impede o meu coração de voar, de ir até você
Mas é bom ter esse sentimento que te trás até aqui
Mesmo sem estar, mesmo sem te ver

E quando ela bater e me abraçar, vou me envolver, vou te emoldurar
Nos meus pensamentos, eu vou sorrir de volta
Sei que você não vai ver, mas no fundo não importa

Sabe, estou a vontade
Quando o vazio volta, a saudade vem pra preencher
Sabe, parece bobagem
Nunca estou sozinho já que sempre posso recorrer a você

E o peito é a parede que impede o meu coração, de voar, de ir até você
Mas é bom ter esse sentimento que te trás até aqui
Mesmo sem estar, mesmo sem te ver

E quando ela bater e me abraçar, vou me envolver, vou te emoldurar
Nos meus pensamentos, eu vou sorrir de volta
Sei que você não vai ver, mas no fundo não importa

La la laiá laiá, laiá laiá, laiá laiá, laiá laiá

Saudade é assim, um quadro que nunca entorta


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Gon Ouvir