restaurar

Letra - a Mulher Do Meu Patrão

Luiz Gonzaga

Eu tenho pena da mulher do meu patrão Muito rica, tão bonita ai meu Deus que mulherão Não tem meninos para não envelhecer Mais nervosa sofre muito por não ter o que fazer No atiço da panela, no batuque do pilão Tem somente quinze filhos mais o xaxo do feijão Sarampo catapora, mais roupa pra lavar Resfriado, tosse braba, lenha para carregar Pote na cabeça, tem xerém pra cozinhar Tira o leite da cabrinha, tem o bode pra soltar Vivo com minha nega num ranchinho que eu fiz Não se queixa não diz nada e se acha bem feliz Com tudo isso ainda sobra um tempinho um agrado um carinho eu não quero nem dizer Com tudo isso ainda sobra um tempinho e um moleque sambudinho todo ano é pra nascer

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.