restaurar

Letra - Cabra da Peste

Luiz Gonzaga

Eita! Sertão do Nordeste Terra de cabra da peste Só sertanejo arrizéste Ano de seca e verão Toda dureza do chão Faz também duro O homem que vive no sertão Tem cangaceiro Mas tem romeiro Gente ruim, gente boa Cabra bom, cabra à toa Valentão, sem controle Só não dá cabra mole Tem cangaceiro Mas tem romeiro Lá o caboclo mais fraco, é vaqueiro Eita! Sertão!Eita! Nordeste! Eita Sertão! Ei, rê, rê, rê, rê, tá! Cabra da peste

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.