restaurar

Letra - Corrida De Mourão

Luiz Gonzaga

Álbum: Corrida de Mourao

Meu sertão tem futebol, tem samba tem farinhada Leilão, reizado e Novena Mai nada disso me agrada Meu Fraco é Cavalo e Gado Cantoria e Vaquejada! Pra mim o maor Cinema é quando eu vou chegando No curral que vejo a pista e ouço o gado berrado Os Vaqueiros numerados e a difusora bradando De toda parte chegando Rural, gipe e caminhão Muita moça namorando e o gado na exposição Vaqueiro soltando aboio de doer no coração Eu sou ligeiro na pista e no meio do carrasco quem tiver boi mandingueiro solte que eu desenrasco dou queda que ele conta as estrelas com o casco outro diz o meu cavalo é forte é gordo e zelado Como feijão, milho e ovos e todo dia é banhado Mas só passa perna nele caba que derruba gado dois camaradas de fama que um no outro acredita vão os dois emparelhados é mesmo pra fazer fita quem pega passa pro outro pra queda ser mais bonita enxe as nuvens de poeira e os vaqueiros bebendo gado bolando no chão se levantando e correndo em cada salva de palma a pista fica tremendo Adeus quem fez vaquejada Adeus quem vestiu gibão

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.