restaurar

Letra - Fogo do Paraná

Luiz Gonzaga

José Paraíba Seu Zé das Crianças Foi pro Paraná Cheio de esperanças Levou a muié E seis barrigudinhos Pedro, Juca e Mane Severino, Zefa e Toínho No norte do Paraná Todo serviço enfrento Batendo enxadas no chão Mostrou que tinha valo Dois anos de bom trabáio Até cavalo comprou A menininha crescia Robusta e muito animada A muié sempre dizia Ninguém tá com pança inchada Tudo igualzinho a sulista De bochechinhas rosadas Se nordestino é pesado É do ofício, o cavaco É como diz o ditado Corda só quebra no fraco Deus quando dá a farinha O diabo vem, rasga o saco Aquele fogo, maldito Que o Paraná quase engole José lutava com ele Acompanhado da prole Vosmicê fique sabendo Que José nunca foi mole Depois de tudo perdido Chegando no seu ranchinho Foi conferir os meninos Tava faltando Toínho Voltou em cima do rastro Gritando pelo caminho Cadê Toínho Toínho num veio Cadê toínho Qui num tá no meio

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.