restaurar

Letra - Ladrão De Bode

Luiz Gonzaga

Vida boa vida alegre, minha vida é um pagode, Me criei robando cabra, vou morrê robando bode Me criei robando cabra, vou morrê robando bode Seu delegado me solta, lhe garanto ao senhor Se aprendi a roba bode, foi meu pai que me ensinou Desde o tempo de menino, com o finado meu avô Desde o tempo de menino, com o finado meu avô Vida boa vida alegre, minha vida é um pagode, Me criei robando cabra, vou morrê robando bode Me criei robando cabra, vou morrê robando bode Eu tenho 14 filhos, tive o dom de ensinar Como se roba esses bode, seja qualquer animar Mando enterrá o couro, moi de não deixá sinar Mando enterrá o couro, moi de não deixá sinar Vida boa vida alegre, minha vida é um pagode, Me criei robando cabra, vou morrê robando bode Me criei robando cabra, vou morrê robando bode Não adianta chibata, nem bolo de palmatória Me soltou robo de novo, e acabou-se a história Sua glória á ser soldado, roubá bode é minha glória Sua glória á ser soldado, roubá bode é minha glória Vida boa vida alegre, minha vida é um pagode, Me criei robando cabra, vou morrê robando bode Me criei robando cabra, vou morrê robando bode

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.