restaurar

Letra - Pobre do Sanfoneiro

Luiz Gonzaga

Pobre sanfoneiro Não sei o que tem Alegra todo mundo Num dá sorte com ninguém Ora veja bem Chega no forró Dá de mão no fole E tome gole no gogó Aí começa a festa Tudo bonitinho Tem nego forrozando Chega fica miudinho É quando bêbo chato Torna a chatear Com o fandango cheio de cana Pede um rock pra dançar Aí lascou! Quem é brabo morre Quem é frouxo, corre E acabou o furunfá } bis E olhe a foice e a faca Quebra de cadeira E olhe a foice e a faca Nego na carreira E olhe a foice e a faca Na hora de receber Pobre sanfoneiro Dinheiro que é bom não ver } bis

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.