×
Corrigir

Gaúcho Em Qualquer Chão

Oswaldir e Quinteto Nativo

Nasci no interior sou simples barbaridade
Sou feito um cavalo xucro
Sem registro e sem idade
Sou filho daquela gente que não tem tempo de ser infeliz
No pago que fui criado
Trago no Peito a raiz

Por ser um pouco cigano
Não tenho morada certa
Fiz do mundo meu destino
E do céu minha coberta
Sou livre por natureza
Igual correnteza do Igarapé
Meu coração é uma estrada
Que leva pra onde quiser

Desde piazito aprendi
Que o mundo é a melhor escola
Tenho sina de Gaudério
E um sentimento pachola
Dou amor pra qualquer china
Mas não me prendo em qualquer cambicho
Quem sente saudade chora
E eu não nasci pra isso

Eu já fiz meu testamento
Pro dia em que o velho amigo
Lá do céu me convidar
Pra acertar contas comigo
A minha voz cancioneira eu deixo no vento pro povo escutar
E a cordeona companheira levo pras bandas de lá
E a cordeona companheira levo pras bandas de lá

Eu sou assim, Eu sou assim
Gaúcho em qualquer chão
Trago no peito esta marca
Me orgulha essa tradição






Mais tocadas

Ouvir Oswaldir e Quinteto Nativo Ouvir