×
Corrigir

Versos, Guitarra e Caminho

Oswaldir e Quinteto Nativo

Com licença estou chegando de uma tropeada da vida
Com esta guitarra amiga, fina estampa campesina
Longe da pátria e da china que me deixou sem guarida

A sorte me deu pealo e eu tombei na solidão
Meu valente coração quase não aguentou o repuxo
Sofreu tanto este gaúcho por uma ingrata ilusão

Despacito vou levando mil sonhos no meu andar
Pela terra, pelo mar, pelas fronteiras da vida
Maleva estrada comprida sou teu gaudério a cantar

Uma esperança me leva quem sabe pra onde vou
Teatino e pajador, versos, guitarra e caminho
Entre rosas e espinhos faço meu canto de amor






Mais tocadas

Ouvir Oswaldir e Quinteto Nativo Ouvir