restaurar

Letra - Todas As Manhãs

Roberto Carlos

Todas as manhãs quando eu acordo eu me lembro de você Todos os momentos do meu dia não consigo te esquecer Diga meu amor o que é que eu faço, Pra não me lembrar do seu abraço, eu preciso te esquecer Entro no meu carro e ligo o rádio e uma canção que traz você Tudo que eu vejo de bonito se parece com você Diga meu amor o que que eu faço Eu preciso arrebentar de vez os laços que me prendem a você Chuva fina no meu para-brisa, vento de saudade no meu peito Visibilidade distorcida, pela lágrima caída pela dor da solidão E a chuva no meu pára-brisa vento de saudade no meu peito Visibilidade distorcida pela lágrima caída pela dor da solidão Sempre nos lugares onde eu vou alguém pergunta de você Paro num sinal e olho a rua na esperança de te ver Diga meu amor o que que eu faço Tudo faz lembrar você por onde eu passo eu preciso te esquecer

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.