×

Corrigir

O Que Separa Os Homens Dos Meninos

Aquele moleque sobrevive como manda o dia a dia
Tá na correria, como vive a maioria
Preto desde nascença, escuro de Sol
Eu tô pra ver ali igual no futebol
Sair um dia das ruas é a meta final

Sem espaço pra emoções, a rua ensina
Que se eu seguir só o meu coração, me fodo na próxima esquina
É mais que rima, é mais que som, é mais que sina
É, mas que porra, Sant? É minha vida e o beat em cima, óh
Imagina eu já passei por cada coisa, mano
Explica o que é divórcio pra uma criança de três ano
Sem rumo e sem plano
Minha família é a minha coroa, se tu entende o que eu tô falando
Meu pai só vem aqui de vez em quando
Mas pelo menos aparece, por isso mesmo eu não reclamo
Sem rumo e sem dano, só que é foda ver
Que só chapado ou culpado que ele me diz: eu te amo
Essa é a manifestação de um filho pródigo
Rima em código, linguagem suburbana, viagem subumana, é lógico!
Não sou o próximo a jogar minha sorte pro destino
Isso é exatamente o que separa os homens dos meninos

Normal no meu convívio é crescer sem pai, óh que triste
Nóiz no rap preza a família, mas a nossa de sangue não existe
Não sou daqui, mente é Plutão, coração Faixa de Gaza
Já viu alguém pedir licença pra entrar na própria casa?
Talvez quem tinha que tá vivo era meu irmão
Que foi abortado e vei eu: Péssimo filho
Doente, fedendo à pecado, mas tenta não pirar
Tendo dinheiro, conceito e buceta
Auge da tua adolescência com drogas na gaveta
Raro mesmo é tu ser humilde quando o poder tá em porte teu
Procurar o erro nas pessoas quando o errado mesmo sou eu
Fumei demais, bebi demais, envaideceu
Me senti o dono do mundo e todo mundo me fodeu
Pra mostrar que quando se é jovem amigo de escola é parente
Qualquer amigo de baile é parente, teus parente tu vê diferente
Muitas mulheres, poucos amores, minha guia até arrebentou
Sou a cara de meu pai, vou morrer sozinho com o meu rancor, igual a ele Predestinado a ser um merda
Teu sofrimento não é nada comparado a o que você herda
Criança que se autodeserda antes do corte umbilical
Nascimento? Erro de cálculo, ninguém sabe o que é Natal
Mas não me olha assim
Cada qual tem o seu inferno astral que a si consome
Se eu sou um garoto, Leone, as circunstâncias me fizeram homem


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Sant Ouvir