restaurar

Letra - Resumo

Alcione

Nasci na Rua do Coqueiro Lugar que me viu primeiro Lá na minha São Luis Também morei na Rua da Saude Na Rua do Norte No Beco Feliz E bem feliz eu fui na minha infância Sempre sem conter a ânsia De cantar e de explodir Meu velho era quem me segurava Ou o pau é quem cantava E eu fingia desistir E por falar no velho eu apresento Era músico e sargento, Maestro e compositor Dos 9 irmãos de uma família farta Dessa fila eu era a quarta Uma sonhadora em flor O velho lá em casa dominava Era ele quem mandava Sempre na base do grito Somente minha mãe fazia frente Quando ela estava quente Tudo ficava esquisito Traumas lá em casa não havia A vassoura é que comia Quando as coisas iam mal Meu pai batia Minha mãe pegava forte Pra quem já conhece o Norte Isso é muito natural Aprendi a encarar a vida E se hoje eu sou sabida Agradeço a criação É com orgulho Que eu resumo a minha história Pois não me sai da memória Meus tempos do Maranhão ("É minha terra tem palmeiras Onde canta o sabiá E não permita Deus que eu morra Sem que volte para lá") Nasci na Rua do Coqueiro Lugar que me viu primeiro Lá na minha São Luis Álbum: E Vamos À Luta - Faixa: 12

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.