restaurar

Letra - São Jorge

Alcione

Quando eu vim pra esse chão Foi pra ser menestrel De viola, brazão e anel Cruzei mar e sertão Com uma estrela do céu Reluzindo no meu chapéu Me mostra a beleza Mas só vi tristeza E essa estrela acessa Virou na noite Um fogaréu Pra lutar contra o mal Me tornei capitão Parabelo e punhal na mão Pus em cada arraial Uma estrela no chão Com a ponta do meu facão Nos campos de guerra Lutei por meus irmãos Por essa terra [Ogunhê] Tombei na serra [Ogum] Mas meu sonho não Aruanda chamou Eu virei Orixá Cavaleiro de Oxalá Hoje eu sou defensor Guardião do luar Sou São Jorge, Ogum Beira-Mar Aruanda chamou Eu virei Orixá Cavaleiro de Oxalá Hoje eu sou defensor Guardião do luar Sou São Jorge, Ogum Beira-Mar Aruanda chamou Eu virei Orixá [Ogum] Cavaleiro de Oxalá [Ogunhê, meu pai] Hoje eu sou defensor Guardião do luar Sou São Jorge, Ogum Beira-Mar Aruanda chamou Eu virei Orixá Cavaleiro de Oxalá Hoje eu sou defensor Guardião do luar Sou São Jorge, Ogum Beira-Mar Álbum: Emoções Reais - Faixa: 7

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.