restaurar

Letra - Embebedado

Chico Buarque

Compositor:Chico/José Miguel Wisnik

Pendurado de banda No vão da varanda Do prédio a rodar, Não sei mais se é o mundo Que cai aos meus pés Ou de pernas pro ar; Embebedado de você. Tonto na beirada da Tentação de cair e voar, Até me aninhar em você, Mal parado num muro Sem prumo, em que estudo Onde me equilibrar. Entre o chão e o barraco De estrelas que cai No que foi nosso lar. Abandonado por você, Louco querendo mamar Do segredo da vida e gritar Até me agarrar em você. Arrastado por dentro Ao meu próprio espetáculo Em tal patamar Pela mão da sereia. Que vai se tornando A sirene a soar. Convidado de luxo A deixar a ribalta de amar Pela escada de incêndio e baixar Até me assistir escapar você. Muito embora indo embora, Eu mesmo mentindo Devo argumentar: Sou a sobra do efeito Cascata da vodca E desse luar.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.