×

Corrigir

Morto

De Um Filho, De Um Cego

Olha no meu rosto
Nos meus olhos
As memórias
Minhas marcas como rugas estão
velhas sempre velhas,
Essas marcas, lapidadas
Com o resto dos meus erros serão
O que me resta são
Tentativas
Incertezas
Eu vivi tentando compreender sempre tudo
pra chegar a mesma conclusão

Morto, estou morto
Como qualquer um
Morto como um morto. um vivo sem ação
Eu sei que você pode dar-me vida sopra vida
Sopra conciência
Porque estou morto
Sem o seu sopro
Que me revive
Estarei morto como eu sempre estive


Veja também



Mais tocadas

Ouvir De Um Filho, De Um Cego Ouvir