×

Corrigir

Talvez

De Um Filho, De Um Cego

Me diz quando for pra nunca mais
Que é pra eu não ter surpresas
Quanto mais o tempo passa, mais eu vejo quanto não valeu a pena

Eu já perdi as contas de quantas vezes eu te quis
E por quantas vezes eu vou te querer
Mas a balança pesa e eu já demorei demais pra decidir

Tente ver e entender, ninguém sabe do futuro
Talvez é pra ser, mas enquanto você é espada, eu sou escudo.

Composição: Lucas Waricoda


Veja também



Mais tocadas

Ouvir De Um Filho, De Um Cego Ouvir