restaurar

Rosa Vermelha

Eula paula

Olhando este mundo Ele viu grande multidão Andando sozinha, sem nada na mão Sua vida foi rosa vermelha cravada na Cruz Quem passou por Ele sentiu compaixão A rosa murchando, sangrando Esvaindo em dor. Perdendo a cor, sem respiração Mas o seu perfume se apega a mão que a esmagou. E quem a feriu Concedeu perdão Agora seu sangue vertendo caindo no chão Três dias morrendo, oh vil solidão No terceiro dia o mundo encheu- se de flores, E Rosa Vermelha de novo brotou. Jesus é o Lírio dos Vales, Rosa de Saron Até seus espinhos, são marcas de amor Agora Ele vive a plantar um grande jardim Se você quiser será uma flor Uma flor...

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.