restaurar

Eu Estava Numa Casa

Nego do Borel

Eu estava numa casa, ousadia formada E quem broto querendo dançar com o mano canalha Mano canalha calma ai, eu pago apê neurose Tem um cara chamado neurose O cara hoje tá com sorte A menina encheu o pote, os amigo queria também Te leva até o céu, ''oi'' de ponto 100 E chama logo os amigo, que os cara tão no sapatinho Ela boto a bundinha de lado e falou dança bonitinho Dança bonitinho vai, dança de ladinho E os amigos que vem, chegando no sapatinho Depois vem comigo dançando pos amigos Desce, desce, desce, desce, desce Desce, desce, desce, desce, desce Desce, desce, desce, desce (uaiw) Ai os cara chego, não queria sabe de nada Falo para as menina vai dança com o mano canalha Mano canalha, agita, agita, agita ''Oi'' não se esquece E o nego dançando e cantando Ta um tal, ta um tal, ta um tal, ta um tal De desce, desce, desce, desce Desce, desce, desce, desce Eu gosto das novinha do popozão Elas dançam arrasadão Aliadão de sensação Ta um tal, ta um tal, ta um tal De desce, desce, desce, desce, desce Desce, desce, desce, desce, desce Desce, desce, desce, desce, desce

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.