×
Corrigir

Chama o Moro

Xiru Missioneiro

Chama o Moro Xirú Missioneiro De tanto golpe que este povo tá levando
Não descuido do meu mango e do meu véio' marca touro
Tem empresário, tem político e doleiro
Assaltando o tempo inteiro, por favor, me chama o Moro

Me chama o Moro pra prender os vigarista'
Que não pagam o pecuarista, nem a carne, nem o couro
Logrando até os agricultor' lá da colônia
Com frieza e cerimônia, tipo início de namoro

Me chama o Moro, meu compadre, chama o Moro
Porque esse é taura e não aguenta desaforo
Me chama o Moro, meu compadre, chama o Moro
Que este finca na cadeia só pra escutar o estouro

Me chama o Moro, meu compadre, chama o Moro
Porque este é taura e não aguenta desaforo
Me chama o Moro, meu compadre, chama o Moro
Que este finca na cadeia só pra escutar o estouro

Me chama o Moro pra estancar essa sangria
Que acontece todo dia sem fazer conta do choro
Tem gente honesta desistindo no caminho
Engomando o colarinho pra caçar algum tesouro

Tenho esperança neste povo devotado
Gente do garrão fincado que, pra o país, vale ouro
É um povo sério, muito ilustre e de presença
Me dá força pra sentença da esperança que há no Moro

Me chama o Moro, meu compadre, chama o Moro
Porque esse é taura e não aguenta desaforo
Me chama o Moro, meu compadre, chama o Moro
Que esse finca na cadeia só pra escutar o estouro

Me chama o Moro, meu compadre, chama o Moro
Porque esse é taura e não aguenta desaforo
Me chama o Moro, meu compadre, chama o Moro
Que este finca na cadeia só pra escutar o estouro


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Xiru Missioneiro Ouvir