restaurar

Quebra De Milho

Pena Branca e Xavantinho

Mês de agosto é tempo de queimada Vou lá prá roça preparar o aceiro Faísca pula quem nem burro brabo E faz estrada lá na capoeira A terra é a mãe, isso não é segredo O que se planta esse chão nos dá Uma promessa a São Miguel Arcanjo Prá mandar chuva pro milho brotar... Passou setembro, outubro já chegou Já vejo o milho brotando no chão Tapando a terra feito manto verde Prá esperança do meu coração Mês de dezembro, vem as boas novas A roça toda já se embonecou Uma oração agradecendo a Deus E comer o fruto que já madurou... Mês de janeiro, comer milho assado Mingau e angu no mês de fevereiro Na palha verde enrolar pamonha E comer cuscuz durante o ano inteiro Quando é chegado o tempo da colheita Quebra de milho, grande mutirão A vida veste sua roupa nova Prá ir no baile lá no casarão...

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.