×

Corrigir

O Cheiro da Onça

Jacó e Jacozinho

Eu tenho um cavalo velho
E vou lhe contar o fato
Pra não ver morrer no corte
Eu soltei ele no mato,
Um dia lá na cidade
Vi correr este boato
Vai haver uma corrida
Era um grande campeonato,
Fui buscar o meu cavalo
E dei o pulo do gato.

Dei um banho no cavalo
E fiz a sua inscrição
Mas o meu cavalo velho
Só perdeu de cotação,
Amigos tiravam sarro
Eu firme agüentei a mão
Diziam que meu cavalo
Estava fincado no chão,
Era só na malandragem
Que eu podia ser campeão.

Entrei com ele na pista
Rezando pra São Gonçalo
O povo me deram vaia
Só pra pisar no meu calo,
Tava tudo enfileirado
No jeito de dar o embalo
Deram um tiro de partida
Quando escutei o estalo,
Passei gordura de onça
Na traseira do cavalo.

Pensando que a onça vinha
Meu macho corria mais
Não puderam me podar
Cavalos profissionais,
Sentia o cheiro da onça
Virava a cara pra trás
Pra ganhar uma corrida
Eu mostrei como é que faz
Passei a mão no dinheiro
Voltei pra Minas Gerais.


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Jacó e Jacozinho Ouvir