restaurar

Letra - Rodopiando

Lailton Araújo

Na brisa da noite o mar Acalma a melancolia Firmada no seio daquela Mulher do cais, da vida Sereia eu sou na noite Num barco de rumo incerto Em busca do firmamento De afeto e calmaria E logo o vento do norte Que traz o medo e a morte Destrói meu barco de areia E caio na terra perdida Meus olhos já viram o sol A lua, o céu e o mar Mas nunca a fantasia Num barco sem navegar Sozinha na terra estranha Procuro a força do amor A chama, a rampa de acesso De um barco voltar ao mar O vento sopra, leva, traz calor Um barco no mar, atrai um sonho de amor

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.