restaurar

do Outro Lado

Maumbu

Vilela Então demoro, mais um triste relato Agonia de um pecado de sangue o palco manchado Melancolia de um recado, o poeta ferido, pelo passado Eu já não tenho alternativa e vejo meu o sonho fracassado Perdi minha alegria já faz algum tempo, ainda me lembro daquelo momento (eu devo tá sonhando acordado) Contato constante, com tanta agonia me fez enxerga e rasgar o contrato E agora se liga no fato, de longe só observei e ganhei sua conduta no ato Parado de canto eu sigo flagrando toda maldade que me espreita Aqui não tem santo, é só sombra na noite de lua cheia A cara de espanto das almas em pranto luxúria, vaidade semeia O encanto da medusa desvia da porta estreita O dado é claro, largo é o caminho da perdição Julgado pelos atos fiz a curva na contramão A semente do pecado plantada pela ilusão Sem limite, seu respeito descendo no ralo junto com o palco e com a competição REFRÃO: O outro lado é tão frio Eu tive um pesadelo eles vieram me buscar Do lado de lá, eu vi meu lado sombrio A crise da ferida que não cicatriza (2x) Minha posição, pra variar ainda é a mesma Me diga qual decisão abriu espaço pra incerteza Mais um corpo em exposição a merce dessas hienas Todo dinhero e ambição não cura minha tristeza Eu tô com minha mente quebrada, derrepente minha vida não vale mais nada Eu tô com minha arma engatilhada, no colo tomo uma dose curta e amarga Vejo mais almas, meus entes queridos na sala, o desespero da morte hoje me acalma, hoje me agrada Me afogando em água salgada, sinto gosto da lágrima, o peso da minha jornada O fim se aproximando na mesma praia onde sua festa não acaba E as infinitas palmas escravizam todo riso pela falha ou pelo espaço indevido Pela discriminação do meu motivo eu escolho a saída mais rápida Beirando a loucura em quatro paredes A poesia é noturna, o monstro ainda tem sede REFRÃO: O outro lado é tão frio Eu tive um pesadelo eles vieram me buscar Do lado de lá, eu vi meu lado sombrio A crise da ferida que não cicatriza (2x)

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.