restaurar

Uma Dose, Uma Dama

Maumbu

UMA DOSE, UMA DAMA. (Xis - Oh lá, oh lá, essa mina aí Di, que eu tava falando...) (Di - Ohhhhh... nave, hein irmão!!) Xis Essa é a garota com cheiro de fruta Não da nem moral pra quem assobiar É uma daquelas que causa disputa Eu viciei sem nem experimentar Minha viagem é tanta, já penso num Nag Champa Purificando o ambiente, acendo as velas sem intenção de rezar Eu bem apampa, saco a champa, estoro a tampa Me olha santa em pé de canto Femme Fatale na fissa de pecar Disfarça na massa que embaça, ligeira é a princesa, que esconde a stripper Não é farsa, é magica, Clara, feiticeira, só de olhar abre meu zipper Ideia sem noção, vai toma balão, foda-se sua dose irmão Ela tem o dom, mandei a real e ela riu da minha má intenção Essa é pra ela, que sorrindo cura sequela E não péla praquela mó guéla que acha que a vida é novela E nao cobra mais tarde, ela entra na mente E você entra de 4, antes da cama, oh que diferente... Oh que diferente, que diferença faz Oh que diferença, que a diferente faz Uma dose, uma dama e é noiz vagabundo Explica aí qual é pra ela, Di DiSilva Então vem cá, vem pro meu lado, vamos cultivar virtude Hoje você é só minha, me apaixono no seu grude Nosso amor é plenitude, bem querer da minha madruga Mais um daqueles dias que a gente faz nossa fuga Sanguessuga tem de monte pra melar nosso romance No estilo Bonnie & Clyde, estão fora do nosso alcance Quero mais do que um relance e sim você pra vida inteira Gamo no seu carinho e rendo-me à sua maneira E pra ficar recíproco venha pro lado do pilaco Eu sou largado, mas o sentimentalismo não é fraco É verdadeiro, e sempre pra lhe ver eu dou meus pulo Com você minha querida só penso em casulo Charmosa, com passos delicado, estonteante A mudança que tu dá em mim é bem flagrante A todo instante, desejo aquele cheiro no cangote Dou o bote, e minha mão escorre no decote São seus dote, que me fazem ficar daquele jeitão Se me permite, vem pra minha suíte, já to com o Chandon "Uma dose só, dividida em 2 copos Uma alma só, dividida em 2 corpos." REFRÃO: Uma dose, uma dama Duas doses, inflama O encaixe perfeito Me esqueço dos drama Da brasa a chama A fumaça do insenso No taleeeeento Três dose e cama Uma dose, uma dama Se bem me quer, se mau me quer Mente mundana Duas doses, inflama Os bodyshot, desce hot Cama em chama Vilela Dia nascendo e eu aqui pensando em nada Ao mesmo tempo tudo passa pela mente e nois disfarça O que nois sente, sentido já aflorado Contatos, agrados, tragos... trancado no quarto Uma blunt, minha gata sem prazo Como sempre sensa aqui dexa eu chega... soltinho com tabaco E o tempero é de ha, já quero me perde, mas não consigo te solta Fez um vagabundo escrever letra romântica, "tá tirandoo Vilela, se não era assim Será que é tudo pra ela e nada sobra pra mim?" Perdendo os motivos pra ser como eu fui antigamente Se qualquer uma que passava o chaveco tava no pente Solto, torto, loco, cachorro sem dono shake shake that ass babyyyy Renova meu drink que eu já tô com sede Ela pede e ela não mente pra dama da noite uma dose nunca foi suficiente Ela quer bem mais, ela vê quem traz, que dança, bebe, sem olhar pra trás E eu pra me perder, sem compreender que é ela... que eu não tenho mais (Vilela - Ae Hart, oh quem tá ali...) Hartmann Carinha angelical com jetin de cinderela Ela gosta, ela arma um drama, mas já não me engana essa novela Então vem, dança comigo que de vela, já basta os pela Não posso da brexa, que a noite interessa, não afobo na pressa Do um trago do gold e aos poucos arranco as suas peça Meio doido, largado, mas ae, você venera Então não se faça de santa, que em quatro paredes você é perversa Já vi qual é a sua, esquece seu condomínio E vem comigo pra rua, rolê ternura, doidera a luz da lua Embarca junto, cola comigo que eu te mostro um pouco do meu mundo Um pouco absurdo, descarado e não oculto Fala que eu curto, u estilo da dama com u vagabundo Que terão uma pá de vez pra relembrar Már, não fique triste se eu não tiver na cama quando cê acordar Desculpa ae, desculpa ae... REFRÃO: Uma dose, uma dama Duas doses, inflama O encaixe perfeito Me esqueço dos drama Da brasa a chama A fumaça do insenso No taleeeeento Três dose e cama Uma dose, uma dama Se bem me quer, se mau me quer Mente mundana Duas doses, inflama Os bodyshot, desce hot Cama em chama

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.