restaurar

Boêmio 72

Adelino Moreira

Boêmio, sou boêmio diferente,
Que as sete sai pro batente,
E noite vem pro jantar,
Não deixo meu trabalho pra depois,
Sou boêmio setenta e dois,
Quem quiser pode imitar,
Não faço apologia ao botequim,
E só bebo umas e outras,
Quando a coisa está pra mim,
Mudei e mudei para melhor,
Não é qualquer ré menor,
Das cordas de uma viola,
Que me faz perder a trilha,
Que me faz mudar o rumo,
Viola e amor,
Eu tenho em casa pra consumo,
Resumo,
Agora minha transa é diferente,
Tenho amor e muita paz,
Podes crer sou muito gente,
Mas o mesmo visionário,
Somando estrelas na mão,
Sempre na minha com aquela curtição,
Morou,
Bom mesmo, é ser boêmio como sou....

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.