restaurar

Chorava No Meio da Rua

Adelino Moreira


Derrubar fronteiras tanques e fuzis
Cantar pra ser feliz
Virá desfilar nessa passarela
A mais bela do mundo aquela
Que sacode a concentração
Vem ver mestre sala do amor, poeta
Vem ver o mistério da criação
Vai se revelar
Com um toque de alquimia
A magia da fantasia
O milagre da inspiração
Será o apogeu da poesia
O abre alas da emoção
Agüenta coração
Lá vem a música
Lírica, melódica, fantástica,
Com a sua mágica
Transformando o canto em oração
Cantar, cantar, cantar
Lágrimas, índios, brancos, negros
Corações iguais
Trazendo na bandeira os mesmos ideais
Cantar pra ser feliz
Cantar, cantar, cantar
É demais ver a apoteose dessas páginas
Que fizeram história em tempos imortais
E hão de fazer bem mais
(É a vez da galera)
Cantar como as sabiás nos laranjais e nos buritís
Derrubar fronteiras tanques e fuzis
Cantar pra ser feliz

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.