restaurar

Depois De 2001

Adelino Moreira


* * * * * * * * * * *

Só pretendo morrer, depois de 2.001

E se Deus do céu quiser,

Sem inimigo nenhum

Nessas alturas,

Nem liga pro que eu digo...

Sou velhinho

E boa praça,

Todo mundo

É meu amigo...



O que eu fizer,

O que eu disser,

Mocidade rir

De graça

Da graça que

O velho tem...

(repete a 1a.parte)

Para quem diz

Que nada fiz

De extraordinário

Deixo coisas, muitas coisas,

Que atestam o contrário

Pra quem ficar

No meu lugar,

Muito progresso,

Para que possa superar,

Meu recorde de sucessos!

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.