restaurar

É Tempo De Solidão

Adelino Moreira

Não quis prender-me a ti,
E fugi,
Do teu amor,
Amei tanto sem ser de ninguém,
Não fui além, da desilusão e a dor,
Os meus sonhos coloridos hoje estão,
Em descoloração,
Fugi de ti,
Mas vou morrer,
Na solidão.

Fugi de ti,
Mas vou morrer,
Na solidão,
Do amor.

Sou um visionário da felicidade,
Deixo pelo mundo rastros de saudade,
Olho para traz e apenas vejo,
A lembrança do teu doce beijo,
Os meus sonhos vão se estiolando,
Mágoas e fracassos vão se misturando,
Amores fingidos caminhando,
São visões em procissão.

Fugi de ti,
Mas vou morrer,
Na solidão,
Do amor.

Fugi de ti,
Mas vou morrer,
Na solidão,
Do amor....

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.