restaurar

Escultura

Adelino Moreira

Cansado de tanto amar Eu quis um dia criar Na minha imaginação Um mulher diferente De olhar e voz envolvente Que atingisse a perfeição Comecei a esculturar No meu sonho singular Essa mulher fantasia Dei-lhe a voz de Dulcinéia A malícia de Frinéia E a pureza de Maria Em Gioconda fui buscar O sorriso e o olhar Em Du Barry o glamour E para maior beleza Dei-lhe o porte de nobreza De madame Pompadour E assim de retalho em retalho Terminei o meu trabalho O meu sonho de escultor E quando cheguei ao fim Tinha diante de mim Você, só você, meu amor

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.