restaurar

Noite da Saudade

Adelino Moreira


Venho fugindo de uma grande dor
Abram caminho, deixem-me passar
Quero afogar o amargo desta dor
Nos lisos copos daquele bar

Não me perguntem porque estou sofrendo
Devo calar, o mal que pratiquei
Se me perguntam acabo respondendo
E confessando que abdiquei quanto amei

Se eu contasse minha história, meus amigos
Vocês diriam que em meu drama fui vilão
Que não me bastavam mil castigos
E o que o meu crime vive à margem do perdão

Ofendi e judiei do seu carinho
Atingi as fronteiras da maldade
Deixem-me passar / Quero beber sozinho
Na minhas noites tristes / Na minha noite de saudade...

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.